Rústico Contemporâneo

O rústico pode assumir uma personalidade contemporânea e convidativa, em que os dois estilos se revezam para criar ambientes leves, elegantes e atemporais, onde o urbano e o natural convivem em perfeita harmonia, seja em qual for o cenário.

Preto + Madeira

Comumente associada a tons claros e naturais, para realçar a ideia de frescor, a madeira encontra no preto o contraponto ideal para assumir seu lado contemporâneo. A contemporaneidade sobressai no mobiliário de traços retos e no jogo de pendentes. A madeira nogueira presente no tampo da mesa, assinada por Philipp Mainzer para a E15, traz o toque de rusticidade ao décor. A luz natural banha o espaço de caráter rústico contemporâneo, em que o estilo se revela na combinação da madeira bruta com o armário de linhas simples, em preto fosco, da Team7.


Aconchego urbano

Este estilo tem uma elegância informal pautada pelo rico diálogo de elementos naturais com peças de design moderno. É exatamente o que acontece nessa cozinha gourmet, da Team7, onde a rusticidade do tijolinho e o calor da madeira in natura se inserem em um contexto de vocação urbana para favorecer o aconchego. Apesar das linhas contemporâneas, o mobiliário – a exemplo dos armários abertos da cozinha e do banco compondo a mesa de jantar – também referencia a rusticidade das casas de campo, convidando a desfrutar dos momentos simples da vida.


Por definição, a palavra rústico está relacionada a tudo aquilo que advém de um processo mais rudimentar. Daí, a aparência simples e, muitas vezes, sem acabamento perfeito, mas que desperta nas pessoas a sensação de aconchego e acolhimento. O estilo inspirado nos cenários búcolicos de fazendas e casas interioranas ganhou múltiplas interpretações em todo o mundo, chegando inclusive às grandes cidades num contexto atualizado, onde o segredo está em preservar toques rústicos – com elementos arquitetônicos naturais preservados e expostos -, adicionando um mobiliário moderno e uma planta baixa aberta, com grandes janelas trazendo o ar livre para dentro de casa. A paleta de cores é neutra e as matérias-primas são naturais, com destaque para a madeira bruta, o couro e o linho. Paredes aparentes, itens reaproveitados e superfícies que simulam o desgaste imposto pelo tempo também são bem-vindos para aderir à temática. O grande objetivo do estilo é juntar todo o charme e aconchego de uma casa rústica com todas as conveniências de uma morada moderna. Assim, a atmosfera “pesada” é suavizada pelos traços simples do mobiliário e pelo contraponto de materiais mais arrojados. Essa fusão resulta em uma linguagem exclusiva, que tira partido do melhor dos dois estilos para criar um décor sofisticado e, ao mesmo tempo, despretensioso, informal e muito aconchegante.


O rústico se distancia de suas origens campestres para incorporar elementos urbanos, num contexto contemporâneo.


Com cara de loft

As características da arquitetura fabril, com estruturas aparentes e grandes esquadrias de vidro permitindo que a luz natural adentre sem esforço, revelam o caráter urbano da área de convivência, ambientada com móveis bem ao estilo contemporâneo da Team7. O contraponto rústico fica por conta das texturas naturais, como o tijolinho aparente das paredes e a madeira bruta que veste o painel da TV e itens do mobiliário, trazendo a calidez necessária para tornar o espaço de convivência ainda mais acolhedor e convidativo.

A Easychair, da coleção Mingx, com design de Konstantin Grcic para a Driade, tem estrutura em aço e assento em couro.
0
Total Page Visits: 261 - Today Page Visits: 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *