Foco na Arte

Na II Mostra Decoração & Arte – Decorart Conceito, arquitetos e designers exploraram composições de quadros de maneira criativa e despojada, imprimindo um olhar especial ao uso da arte como forma de expressão.


CONJUNTO DA OBRA. O todo nada mais é do que a soma das partes. Nesse sentido, as composições com obras de arte são recursos visuais de grande relevância para trazer identidade ao décor.

A arte tem a capacidade de revelar gostos pessoais, cumprindo o papel de personalizar o espaço. Seja com o uso de quadros decorativos, pinturas em tela, gravuras ou fotos, as composições são ideais para demonstrar todos os interesses e as paixões do morador, tornando cada ambiente único. No ambiente assinado por Ramiro Mendes, as gravuras abstratas reforçam a pegada urban chic da composição. Ao lado, a tela clássica da artista Nilda contrasta com a técnica em serigrafia de Aldemir Martins. Por sua vez, as telas abstratas de Danielle Araújo posicionam-se lado a lado ao adorno de madeira residual do coco, criado por Roberto Dias. O conjunto produz uma atmosfera elegante e informal.


CORES E ESTILOS. O jogo de cores das telas deram o tom dos espaços da mostra. As molduras devem acompanhar o estilo da obra ou fazer um contraponto ousado.

Seja um ambiente sóbrio ou neutro, é possível revitalizar a expressão do décor com o uso obras de arte.

O uso de quadros na decoração ganha cada vez mais protagonismo a partir de combinações em vários estilos, formas e tamanhos. Com fotos, desenhos, frases, pinturas, simétricos, assimétricos… O importante é combiná-los de maneira original, conforme a proposta do décor. Acima, João Paulo Gondim investe em grafismo, urban arts e dramaticidade do duo vermelho e preto para um efeito visual de impacto. Acima, ao lado, acima, Felipe Costa trabalhou um painel 3D retroiluminado para destacar as obras de Danielle Araújo. Abaixo, o ambiente criado pela Quatro Traço traz uma proposta leve e clara, inclusive nas telas expostas. Ao lado, Renan Dib e Vinicius Lima explora o tom de rosa tanto nas poltronas como nas telas, criando uma composição suave e feminina.


NOVOS SIGNIFICADOS. Independentes do estilo, técnica e época, as composições de quadros ressignificam os espaços. Áreas íntimas, halls, escadas, corredores, salas de jantar…. Infinitas são as possibilidades de uso para os diversos ambientes da casa!

Do clássico ao moderno, a arte contempla todos os estilos com a mesma expressividade.

A s composições brincaram com épocas, técnicas e estilos diferentes, sempre com o intuito de trazer uma nova aura para os espaços com um toque de elegância e personalidade. Acima, Danielle Araújo transforma o recanto da escada numa verdadeira galeria, num mix and match de obras e molduras variadas. Ao lado, o pequeno estar íntimo elaborado por Mirian Bastos ganha corpo com a tela oversized. Abaixo, Elias Petruço tingiu as paredes de laranja, transformando a gravura na grande protagonista. Ao lado, as fotografias de época fazem um belo contraponto ao painel em madeira natural.

0
Total Page Visits: 269 - Today Page Visits: 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *