Fake Materiais

Parece, mas não é… Isso é o que chamamos de fake. O que por muitos anos, foi considerado “kitch”, agora, assume uma postura inovadora para trazer maior praticidade ao décor. Materiais como tijolos, pedras, madeira, mármore e até cimento, surgem em versões imitativas nos revestimentos, prometendo trazer as mesmas sensações por muito menos. Com tecnologia avançada, esses materiais investem na beleza e na durabilidade, ganhando cada vez mais adeptos.


Pisos Vinílicos

Com visual madeirado.

Para quem deseja um piso com o calor da madeira, mas conta com orçamento justo e não pode ter altos gastos com a manutenção, os pisos vinílicos são uma ótima alternativa. Já velhos conhecidos do décor por sua rapidez de instalação, facilidade de limpeza e conforto termoacústico, eles também contribuem na preservação do meio ambiente, por serem feitos em PVC, e substituírem o uso da madeira. O laminado, da Durafloor, dá o toque final de elegância ao ambiente. Neste ambiente, a aplicação do piso vinílico acentua o clima de aconchego do quarto.


Papéis de Parede

Que remetem a tijolos.

Rústicos e, ao mesmo tempo modernos, os tijolos conferem personalidade e um clima descolado à decoração, trazendo um toque diferenciado e de beleza a qualquer espaço. Sua aplicação demanda tempo e altos custos com mão de obra, que podem ser evitados com o uso inteligente de revestimentos que imitam o material – com direito à mesma textura e imperfeições desta matéria-prima – que proporcionam os mesmos resultados estéticos e dão aquele up no ambiente. Ao centro, o revestimento ajudou a destacar o mobiliário colorido do Quarto de hóspedes, criado por Telma Aguiar e Márcia Albuquerque para Casa Cor Ceará 2013. Ao lado, o revestimento se harmoniza com a madeira do piso e do mobiliário, trazendo uma atmosfera rústica e despretensiosa ao espaço.


Papéis de parede fake trazem um ar despretensioso ao décor.


Cimentícios e Pedras

Considerado o “queridinho” da arquitetura moderna, os cimentícios são sinônimos de uma estética elegante e inovadora. O uso de um papel de parede que lembra os efeitos desse material, além de mais econômico, traz um ar moderno e diferenciado à ambientação. Acima, no projeto das arquitetas Kel Oliveira e Dayanne Santos, o revestimento cria a ambiência desejada para uma proposta industrial chic através da união bem-sucedida entre o rústico e o sofisticado. Abaixo, o toque natural que as pedras conferem aos ambientes também pode ser alcançada com o uso, bastante prático e simples, de um papel com essa aparência.


Porcelanatos

Ou réguas de madeira?


Madeiras nobres, como o Jacarandá e o Carvalho, são reproduzidas com alto grau de perfeição pela indústria brasileira.


O porcelanato que imita a madeira é uma aposta dos fabricantes para áreas, internas e externas, que necessitam de um olhar especial em relação à limpeza, resistência e durabilidade. As superfícies imitam os veios, os nós e as fibras da matéria-prima com uma extrema perfeição, que somente o toque a diferencia do original. Acima, o porcelanato da Portobello Shop lembra a textura e a beleza do jacarandá, no piso, e a nobreza do mármore, na parede. Logo, a linha Síntese da cerâmica Eliane faz alusão às placas de madeiras de demolição com diferentes nuances de marrom. Abaixo, Decortiles apresenta a linha Primitiva, que tem como ícone a madeira em estilo fossilizada, porcelanato que remete ao desgaste do material ao longo do tempo. Finalmente, a coleção Arbo HD, da Portinari, traz um revestimento que remete ao Carvalho e exibe flores e arabescos em alto relevo.

0
Total Page Visits: 90 - Today Page Visits: 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *