A-Z Salão do Móvel de Milão

A mais aclamada feira do gênero no mundo chega a sua 55ª edição trazendo – como sempre – novidades surpreendentes em seus pavilhões e nos eventos Fuorisalone, com lançamentos de novos estilos, cores, materiais, revestimentos e inspiração para o décor. Confira uma síntese das principais tendências exibidas por lá, de A a Z!


A – Azul intenso

Em suas mais variadas gradações, do serenity ao profundo, o azul foi destaque em meio à paleta de cores predominantemente neutra que deu o tom da feira este ano. A poltrona ao lado, com formas curvas e azul intenso, foi apresentada na Spring To Mind, exposição da Moroso em homenagem ao designer israelense Ron Arad, que assina a peça.


B – Brasil na feira

O design brasileiro brilhou, mais uma vez, no Salão do Móvel de Milão. Entre os nomes que figuraram na 55ª edição da feira, destaque para o carioca Guto Indio da Costa, que lançou a marca Indio da Costa Design Collection, estreando sua primeira linha de sofás, a Planos. A série, composta por módulos, tem traços leves e contemporâneos, com estrutura em chapa metálica aparente, forrada em couro e almofadas em tecido natural.


C – Couro

Destaque na feira desde a edição passada, o couro surgiu ainda mais ousado este ano, com versões cruas ou em cores vestindo o mobiliário. A cômoda Fidelio Notte, projetada por Roberto Lazzeroni para a Poltrona Frau, traz traçado simples e um intenso contraste entre os escuros tons de couro sobre a madeira, com tampo em mármore calacata em acabamento semibrilho. A marca também apresentou a coleção de pufes Leplì, de Kensaku Oshiro, em gradações de verde, com costuras clássicas e dobras suaves.


D – Design Arte

Não é de hoje que o design flerta com a arte, mas essa simbiose – que é a tônica do trabalho dos como os Irmãos Campana – vem ganhando cada vez mais força. Um bom exemplo é o gabinete Aquário, que, graças aos recortes em forma de bolha, preenchidos com vidro colorido, extrapola os limites do design, indo muito além de estética e função.


E – Edição exclusiva

A última criação da iraquiana Zaha Hadid foi destaque no estande da marca italiana Sawaya & Moron. A mesa Mew foi concluída poucos dias antes de seu falecimento, no mês de março, aos 65 anos, e traz traços característicos do trabalho da arquiteta, como o desenho leve e fluido.


F – Futurismo

Dinamismo, geometria e cores primárias evocam o design futurista de hoje. A tendência surgiu em móveis e objetos surpreendentes, despertando interesse imediato. Assim foi com o sofá Soft Machine, um dos principais lançamentos da Adrenalina. A peça, desenhada por Giovanni Tommaso Garattoni, traz formas aerodinâmicas inspiradas no Bolidismo, movimento fundado em 1986, em Bolonha, com referências estéticas à arquitetura futurista e à arte em quadrinhos.


G – Geometria total

Das formas aos padrões, os designers abusaram dos desenhos geométricos, que despontaram como uma das principais trends do mobiliário. No gabinete Ziggy, criação do ator Leonardo Di Caprio para a AuCap, o desenho foi inspirado na cultura indígena. Para relançar a poltrona Utrecht, de 1935, a Cassina contou com o talento do designer holandês Bertjan Pot, que assina a estampa exclusiva.


H – Highligth metálico

Os metais ganharam status de curinga, podendo surgir associados a outras cores e materiais. Este ano, o favorito foi o cobre, que emprestou o tom a móveis e objetos de caráter moderno e atemporal, a exemplo dessa mesa lateral de traçado fino e preciso, assinada pela E15.


I – Infantil pop

Na edição de 2015, a feira apresentou uma novidade à parte: a Kids Design Week, criada com o objetivo de envolver as crianças na mostra e contemplar a produção voltada para o setor. Em 2016, o Salão ganhou mais uma atração para o universo infantil com o lançamento da primeira coleção da Kartell Kids, marcando a estreia da grife italiana no segmento. Para dar vida aos produtos, a marca reuniu um time de designers renomados, como Oki Sato, Philippe Starck, Piero Lissoni e Ferruccio Laviani, que criaram e reeditaram peças coloridas e de espírito lúdico.


J – Jogo óptico

Móveis e revestimentos com padrões geométricos que provocam uma perspectiva de volumetria também marcaram presença em muitos estandes, revelando uma estratégia inesperada e cheia de estilo para trazer um novo ânimo ao décor. Ao lado, o gabinete Credenza Veronese, design do Centro Ricerche MAAM para a Morelato, traz um efeito tridimensional sobre a madeira. Abaixo, o padrão hexagonal valoriza a composição com móveis da Emmemobili.


K – Kitchens minimalistas

A cozinha ganha cada vez mais destaque nos projetos contemporâneos. E nesta edição da EuroCucina – evento bienal que acontece em paralelo à feira – marcas do segmento apresentaram as tendências e novidades para o ambiente, que surgiu com um visual mais minimalista e em cores neutras, como mostra a proposta ao lado, da Team 7. Na cozinha Linee, pensada para espaços compactos, o grande diferencial é o sistema de armários embutidos numa estrutura única, que lembra um painel e traz, ainda, a tecnologia touch. A ilha gourmet segue a mesma proposta, trabalhada em madeira bruta e vidro pintado.


L – Linhas slim

Simples ao primeiro olhar, o traçado fino e preciso se revela o ponto de partida ideal para móveis e adornos que vão do minimalismo escandinavo ao efeito escultural de uma obra de arte. Para exaltar a força da delicadeza nos interiores, as peças de desenho linear são produzidas em materiais diferenciados, como estofados e metais nobres. O sofá Agra, de David Lopez para a Living Divani, traz proporções perfeitas, num design de inspiração oriental. Produzido em uma única peça de aço tubular, o assento é indicado para ambientes in e outdoor, graças às suas almofadas em espuma de poliuretano coberta por camadas de fibras acrílicas.


M – Moda e arquitetura

Consideradas referências em seus respectivos mercados, as italianas Smeg e Dolce&Gabbana se uniram para lançar versões customizadas da geladeira modelo FAB28. A novidade foi celebrada na exposição Frigorifero d’Arte, cujas instalações traziam itens usados como base no processo criativo da linha, de edição limitadíssima. Foram produzidas, ao todo, apenas 100 peças, cada uma pintada à mão por artesãos sicilianos, com motivos típicos da região, como mitologia, ópera e contos de cavalaria.


N – Nórdico em alta

Traços simples e funcionais, que celebram o essencial, confirmaram a alta do estilo nórdico no design por mais uma edição. De olho na tendência, a Kingston apresentou, entre suas novidades, o sofá Branch, assinado pela dupla Gert Wingardh & Sara Helder e produzido em parceria com a Zanat, empresa da Bósnia. A peça, de linhas minimalistas, foi inspirada no desenho das árvores, trazendo estrutura em madeira e ramos bordados no estofado.


O – Orgânico sempre em evidência

Quando o assunto é design, a natureza é sempre uma boa fonte de inspiração, sendo destaque tanto em edições anteriores da feira como este ano, seja por meio de materiais, formas ou texturas. A cadeira acima, fruto da série assinada por Johan Lindstén para a Cappellini, é um exemplo, com bordados que remetem as estações do ano.


P – Pedras nobres

As pedras nobres despontaram como uma tendência na edição passada do Salão e retornaram com ainda mais força este ano, revestindo, inclusive, móveis com sua impressionante beleza natural. A Visionnaire tirou partido do material para criar a coleção cápsula Nature’s Jewel Box, desenhada pelo arquiteto Steve Leung, da qual destacamos o luxuoso gabinete Aurora, em madeira e aço inoxidável, com acabamento acobreado, além de portas revestidas por lâminas finas de mármore recortado.


Q – Quadrados imperfeitos

Rústica por natureza, a madeira ganhou ares contemporâneos ao se aliar a materiais leves e formas trabalhadas, que desafiam a geometria. Para dar vida à mesa ao lado, batizada de Operetta, a Meritalia uniu a transparência do vidro a madeiras naturais, como nogueira e carvalho. Conhecida por sua robustez, a matéria-prima ganhou mais dinamismo com suas formas assimétricas e curvas, que fazem da peça, assinada pelo designer Mario Bellini, um dos destaques da marca.


R – Rosa Quartzo

O eleito do Instituto Pantone para 2016 também esteve em evidência no Salão do Móvel de Milão, colorindo vários ambientes e objetos, e comprovando que um toque feminino sempre cai bem. A exemplo da cadeira Besame, da Koket, que mescla tecido aveludado – disponível em diferentes tonalidades, inclusive Rose Quartz – e base em bronze texturizado. Acima, o adorno em forma de formiga também foi produzido a partir da união do rosa com o metal. Além das pernas em bronze, o adorável inseto decorativo utiliza cerâmica feita à mão.


S – Showroom Moooi

Todos os anos, a Moooi aproveita o movimento em torno do Salão do Móvel de Milão para apresentar, na Via Savana, um verdadeiro espetáculo do design para os olhos. Para exibir a nova coleção, sob o tema Rebelious Harmony, o diretor criativo Marcel Wanders distribuiu as novidades em diversas tendas, demarcadas por 22 novos tapetes assinados por atistas de todo o mundo, causando ainda mais impacto visual sobre os móveis, as luminárias e os objetos da marca.


T – Tecidos em overdose

A indústria têxtil, muito ligada ao mundo da moda, também aponta novas possibilidades para o design. Nesta edição da feira, os tecidos apareceram não apenas nos esfofados e na tapeçaria, mas em papéis de paredes e até em itens do mobiliário. Um bom exemplo é o ambiente acima, assinado pela Adriani e Rossi, com o mesmo padrão incorporado de diferentes formas, numa overdose máxi floral. A cômoda ao lado, que pertence a nova coleção da Modà, traz linhas clássicas, com a frente revestida em cashmere, acompanhadas por detalhes inspirados na alfaiataria.


U – Universo pop

A ironia do pop e as cores saturadas do rock convergem para trazer personalidade a casa, em móveis e objetos que referenciam esses dois gêneros musicais de inegável influência estética. A Fornasetti, que adora flertar com as artes em criações de forte apelo visual, exibiu suas novidades no circuito Fuorisalone. Entre elas, estava o gabinete Arlecchino, com desenhos inspirados no personagem teatral Arlequim, que muito agradava Piero Fornasetti – fundador da marca.


V – Ventos do Oriente

Uma brisa oriental soprou na 55ª edição da feira, que apresentou diversos móveis e objetos de inspiração nipônica. É o caso desse par de vasos, com acabamento de cor dupla, em cromo e ouro. Batizada de Jazzy, a criação é fruto da parceria entre a Arketipo e a Enne e oferece um toque sutil de luxo para adicionar um ponto de brilho aos espaços.


X – xLux

Um dos pavilhões do Clássico cedeu lugar ao glamour contemporâneo, sob a tutela de grandes grifes do design atual, num espaço inédito, dedicado ao alto luxo (xLux). Entre as peças deslumbrantes apresentadas, estão o pendente Diamante, da Cantori, com folhas de aço banhadas a ouro, e o gabinete Camilia, da Koket, coroado por um pavão esculpido artesanalmente, em folha de ouro.


Z – Zen spirit

O Oriente também inspirou marcas e designers pelo seu estilo de vida zen, que exalta a natureza e o equilíbrio interior. Além de todas essas referências, este lounge da Deesawat ainda é pet friendly, uma vez que contém um sofá com dossel para seres humanos e um compartimento destacável para animais de estimação, possibilitando uma maior interação entre ambos.

0
Total Page Visits: 167 - Today Page Visits: 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *