Arquitetura Sacra

Selecionamos 10 incríveis igrejas, sinagogas e mesquitas , ao redor do mundo , que são verdadeiras relíquias históricas e arquitetônicas.


1.EUA – CATHEDRAL OF CHRIST THE LIGHT

Se você é uma dessas pessoas que admira construções de cunho religioso e arquitetônico, vai se surpreender com esta moderna catedral, localizada em Oakland, Califórnia (EUA). Assinado pelo famoso escritório Skidmore, Owings & Merill L.P (SOM), o templo se baseia no respeito à natureza e no uso da luz como fenômeno sagrado para os cristãos. O concreto e, principalmente, a madeira assumem o papel de estrutura, servindo de suporte à coberta de vidro, formando o primeiro teto retrátil de uma catedral no mundo. Recurso que faz com que o interior da igreja, durante os dias, receba uma sublime iluminação natural. Um outro detalhe que chama atenção é a janela em forma de Ômega – símbolo importante do cristianismo -, que oferece aos usuários uma conexão visual direta com as tradições da igreja. Fé, arquitetura e ousadia em plena harmonia.


2.ALEMANHA – WEINHOF SYNAGOGUE

Com mais de dois mil metros de construção e localizada no coração da Praça Weinhof, no centro histórico Ulm, Alemanha, a sinagoga veio do desejo dos religiosos israelitas de oferecer um novo templo à comunidade ortodoxa, já que o antigo prédio foi totalmente destruído, em 1938, durante a Noite dos Cristais. Os arquitetos do escritório Kister Scheithauer foram os responsáveis pelo novo projeto, que chama atenção pela sua estrutura em forma de cubo e as 600 aberturas e perfurações da fachada, a partir dos vários desenhos da Estrela de Davi, que trazem a luz natural para o seu interior. Sem fronteiras construídas, ela se destaca ainda pelo seu modo abrupto e solitário na Praça, para os momentos de oração e reflexão dos fiéis.


3.ITÁLIA – BOTTA KRIPTA

O desenho da Botta Cripta foi assinado pelo talentoso arquiteto Gianluca Gelmini e faz parte de um projeto maior para as igrejas de Sacro Cuore e S. Egidio (Bergamo). O projeto original, de 1930, que incluía a construção da sacristia ao lado leste do altar, nunca foi completado, mas a necessidade de conectar o interior da igreja com a cripta do subsolo permitiu a criação de uma conexão que se mostrou inconsistente com o sistema arquitetônico do local. Por isso, o desafio de Gianluca Gelmini foi o de pensar uma nova conexão, criada com o objetivo de restabelecer o equilíbrio e dar importância para a escada que liga a cripta à nave, tendo a luz natural como elemento principal. O uso de formas curvilíneas permitiu contornar o tamanho restrito, sem a percepção de cantos, enaltecendo a grandeza da cripta com uma arquitetura cujos toques modernos seguem respeitando o passado.


4.EMIRADOS ÁRABES – MEZQUITA SHEIKH ZAYED

Maior mesquita dos Emirados Árabes, a Sheikh Zayed está localizada na entrada da cidade de Abu Dhabi, e conta com quatro minaretes de 107 metros de altura cada, 82 domos, três salas de orações, uma exclusiva para mulheres, além de uma biblioteca. A sua majestosa e sublime arquitetura, toda em mármore da Macedônia, convida fiéis e visitantes a admirar a diversidade da arte islâmica, com a profusão de estilos, como mameluco, otomano e fáti. A riqueza da ornamentação se faz presente à primeira vista, com destaque para a pureza do branco, refletida por meio dos muitos elementos arquitetônicos, e das colunas coroadas em ouro que, diferentemente do usual, estão localizadas na parte superior da mesquita.


5.NORUEGA – CATEDRAL DE LAS LUCES DEL NORTE

Com um projeto assinado pela Schmidt Hammer Lassen Architects, em parceria com Link Arkitektur, a Catedral foi concebida para ser um símbolo arquitetônico do município de Alta, Noruega, em total sintonia com a espetacular natureza da região, refletindo literal e metaforicamente o majestoso fenômeno das luzes do norte. Com quase dois mil metros quadrados e capacidade para 350 pessoas, a igreja se destaca por sua forma em espiral ascendente para a ponta da torre, que mais parece uma escultura solitária em interação com a natureza espetacular. A temporada ideal para apreciar a sua arquitetura é no inverno, pois é justamente nos longos períodos de escuridão que as luzes se refletem na fachada coberta de titânio, proporcionando momentos mágicos e inesquecíveis.


6.MÉXICO – CAPILLA DEL LAGO

O jogo entre luz e arquitetura norteou o projeto desta belíssima capela ecumênica, que está situada em Zamora, Michoacán, tirando partido de sua posição central em um empreendimento residencial para enfatizar a ideia de que orar ou meditar pode se tornar um hábito transformador e necessário para cada um dos habitantes. Construída em uma área de aproximadamente 350m², a estrutura parece surgir das águas, com sua leveza e transparência que são um verdadeiro convite para momentos de reflexão e espiritualidade. Os efeitos visuais, proporcionados pela luz natural, vão mudando à medida que as horas se passam, proporcionando diferentes sensações, tanto para quem apenas aprecia do lado de fora como para aqueles que adentram o local.


7.NOVA ZELÂNDIA – CARDBOARD CATHEDRAL

A construção deste santuário, localizado na cidade com o sugestivo nome de Christchurch, é mais uma daquelas histórias tristes que tiveram um final feliz – e surpreendente. Em 2011, um terremoto destruiu a antiga e icônica catedral do local. Enquanto a igreja original não é plenamente reformada, o arquiteto japonês Shigeru Ban desenhou um edifício com vida útil para os próximos 50 anos, que lhe rendeu o Prêmio Pritzker 2014. A nova catedral se destaca por sua estrutura triangular, com 100 tubos de papelão, recobertos por poliuretano à prova d’água e contra incêndio, e oito contêineres de aço, garantindo a segurança e a integridade ao edifício. O toque final ficou por conta do vitral colorido, gravado com imagens da fachada da catedral original.


8.BRASIL – CATEDRAL DE BRASÍLIA

Uma das obras-primas do gênio Oscar Niemeyer, a Catedral Metropolitana de Nossa Senhora Aparecida traz as curvas e as cores características do trabalho do mestre brasileiro, oferecendo um espetáculo grandioso à capital do País, onde a ideia, segundo o próprio arquiteto, foi desenhar um templo aberto em direção ao céu. A sua estrutura hipérbole, com diâmetro de 70 metros e 16 pilares de concreto, além do magnífico vitral colorido, que traz beleza e reforça a iluminação natural do seu interior, é reconhecida e admirada pelos amantes da arquitetura de todo o mundo. Além da espetacular arquitetura, ao entrar, os visitantes são contemplados com quatro esculturas de bronze de três metros de altura cada, que representam os quatro evangelistas, além dos anjos suspensos, desenhados por Alfredo Caschiatti e Croce Dante. Arte, fé e arquitetura em sua perfeita tradução.


9.NORUEGA – BORGUND STAVKIRKE

Construída no século XII, período em que a Europa era dominada por sagas e lendas dos Vikings, a igreja está localizada em Borgund, Lærdal, na Noruega, e é considerada o templo cristão mais singular da região, em meio a uma paisagem natural bucólica espetacular. Chama atenção pela sua estrutura, formada por placas de madeiras verticais, ou bastões, além de suas múltiplas águas-furtadas, vãos entre as tesouras do telhado por onde correm as águas da chuva. A simplicidade do estilo nórdico está presente em cada detalhe, mas, principalmente, nas esculturas de cabeças de dragão, que representam força, vigilância e sabedoria para o seu povo, tornando-a única entre as igrejas medievais da região. Atualmente, os interessados em conferir essa verdadeira relíquia histórica devem se programar! Por estar localizada em uma área isolada, Borgund só abre entre os meses de maio e setembro.


10.RÚSSIA – IGREJA DA TRANSFIGURAÇÃO

Localizada na ilha de Kizhi, um dos lugares mais venerados na Rússia, a igreja, também conhecida por “Cúpula dos Contos Incomparáveis” ou “Igreja de Verão”, foi construída por volta de 1714 e é uma das últimas sobreviventes da arquitetura sacra da região norte do País. Ela foi construída sem um único prego ou parafuso, utilizando-se somente da técnica de encaixe das toras de pinheiro, e é composta de camadas octogonais ascendentes, que ganham o reforço na base com extensões retangulares. Os diversos componentes de sua estrutura são coroados por cúpulas posicionadas em diferentes níveis – 22 no total – na tonalidade aspen, que formam um majestoso jogo de volumes e formas. Um verdadeiro símbolo de arquitetura vernacular, que une tradição, fé e respeito à natureza.

0
Total Page Visits: 299 - Today Page Visits: 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *