Viver bem é uma Arte

POR RACINE MOURÃO

Nesta interpretação do estilo contemporâneo, Racine Mourão define espaços leves e claros, com vários ambientes de estar, que fazem da arte, do design e da paisagem uma extensão do cotidiano.

Na fluidez do living, os opostos se atraem nas mesas de centro e no mobiliário contemporâneo (Ouvidor Interiores) que convivem com peças de inspiração clássica. Destaque para a chaise Marquesa, de Oscar Niemeyer, e as Lounge Chairs dos Eames, no estar íntimo (abaixo).

A liberdade de se referir a diversas épocas é o que define a interpretação do estilo contemporâneo no projeto.


A arte está nas telas, assinadas por artistas como Siron Franco, Di Cavalcanti, Raimundo Cela, Ademir Martins, entre outros, e nas esculturas em pedestais, que orientaram a escolha de peças de uso cotidiano, como o garden seat dourado e o puxador com desenho exclusivo na porta principal.

Cada projeto tem sua assinatura e uma identidade. Neste amplo apartamento de 900 m², elaborado por Racine Mourão elas resultam da visão da arte e do design como complementares, fazendo parte do cotidiano da família – naturalmente. Ao entrar na sala de medidas generosas, o olhar já encontra o banco Marquesa, peça icônica de Oscar Niemeyer que foi reeditada, que desperta a atenção para outros móveis autorais, como a Lounge Chair de Charles e Ray Eames. O passeio entre o melhor de cada década inclui desde peças com ares clássicos até itens avant-garde na fronteira entre forma e função. O equilíbrio vem do certo rigor formal, sem excessos. Outro ponto fundamental é o acervo de obras de arte que ocupam as paredes ou se equilibram em pedestais, convertendo o lar em galeria, de forma espontânea. A iluminação, ao mesmo tempo, é estratégica ao explorar efeitos diretos e indiretos. As cores na medida conectam e ressaltam a personalidade, sem se prender às convenções. O projeto de Racine levou o tempero do vermelho e dos alaranjados, a calmaria de verdes e azuis, em equilíbrio com o branco, o preto e a madeira natural, presente em painéis e nas portas de correr que resguardam ou revelam a sala de jantar. Receber os amigos, aliás, é uma das atividades que os moradores mais apreciam. Então os espaços priorizam esse sentido de integração e fluidez entre os ambientes sociais, incluindo a varanda. Por ela, a iluminação entra a qualquer hora do dia, assim como a vista infinita para a cidade.

A mesa de jantar de 14 lugares conquistou lugar de destaque sobre o piso em mármore (Ailec). Poltronas em veludo e entalhes em dourado conversam com o imponente lustre Baccarat (Candela). O tampo em vidro e a base em acrílico e latão dourado confere leveza, assim como as cadeiras que complementam o conjunto e os painéis espelhados. Na página ao lado, destaque para o desenho do buffet de autoria de Racine Mourão, executado pela Espart Móveis. A obra civil foi realizada pela Silvana Fialho Engenharia.
Na varanda, mais dois ambientes sociais se conectam para todos aproveitarem o tempo juntos, entre a família e os amigos. O rústico foi escolhido para pontuar a mesa de centro feita com tronco de árvore. Poltronas e sofás de medidas generosas convidam a se jogar. A cartela de cores explora tons refrescantes de verde e turquesa, em sintonia com o céu e a paisagem. Um bar iluminado foi posicionado do lado oposto, contando com banquetas de apoio, além da mesa com cadeiras de design. Para finalizar, delicados pendentes direcionam a iluminação.

0
Total Page Visits: 177 - Today Page Visits: 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *