Slipper Chair

Criada em meados de 1900 e fortemente ligada a questões femininas, a slipper chair, também conhecida como cadeira de chinelo, pode ter perdido sua função primordial, mas nunca o estilo. Conheça sua evolução no design!

Historicamente conhecida como cadeira de chinelo, a clássica Slipper Chair assim foi chamada por ter a função de apoiar as mademoiselles da Era Vitoriana – cuja mobilidade ficava comprometida em detrimento do pesado figurino – enquanto calçavam suas longas meias e sapatos. Por isso a cadeira foi projetada com uma estatura menor do que os demais modelos da época, possibilitando que ela fosse facilmente encaixada em cômodos de proporções reduzidas, como quartos e salas de estar. Apesar das pernas encurtadas e da ausência de braços, a pequena notável manteve o conforto como uma de suas principais características ao longo dos anos, ganhando muitas adaptações. Os materiais – antes, limitados ao mogno e à cerejeira – tornaram-se mais versáteis, com destaque para o couro, a laca, os metais e os tecidos nobres. Afinal, assim como a mulher, que se desvencilhou do espartilho e de diversas amarras sociais, os designers também ganharam liberdade para deixar determinadas convenções e explorar novas possibilidades, conquistando para a Slipper Chair um ciclo cada vez maior de adeptos e admiradores.

0
Total Page Visits: 162 - Today Page Visits: 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *