Blocos Criativos

Os containers marítimos surgem como uma nova proposta para a arquitetura moderna, sendo sustentável e de baixo custo. Cidades no mundo inteiro já aderiram à tendência, usando os “coloridos” como matéria-prima principal de prédios e até bairros inteiros. Um show de eco criatividade.

Pequenos lofts, construídos a partir do empilhamento e encaixe dos containers.

Sabe todos esses móveis e objetos lindos e essenciais, de todos os tipos, que você tem em casa? Já parou para pensar como a maioria deles chegou até você? Provavelmente transportados por navios em grandes estruturas de metal, denominadas containers. Coloridos e resistentes, inclusive ao fogo, essas caixas metálicas se tornavam obsoletas após sua vida útil, mas graças ao pensamento ecológico atual, em que o uso da reciclagem é uma tendência que cresce a cada dia, eles ganharam uma nova oportunidade como espaços habitáveis e contemporâneos. Com uma boa dose de criatividade, arquitetos e designers do mundo inteiro transformam os grandes módulos em moradias, escritórios e lugares comerciais aconchegantes e atraentes, que nada lembram a estrutura fria de outrora. E ainda com a vantagem de ser de rápida montagem e com um custo bem mais baixo que o tradicional. É uma arquitetura inovadora que chega com força para as metrópoles carentes de espaços territoriais para a construção.
Você consegue imaginar uma casa, ou melhor ainda, um quarteirão inteiro feito por essa estrutura? O container como matéria-prima já saiu da prancheta e virou realidade em diversos lugares do mundo, com mais intensidade em alguns países. A Inglaterra foi pioneira em dar segunda vida aos containers, no ano de 2001. A área Trinity Buoy Wharf, em Londres, era um bairro degradado do ponto de vista arquitectônico e abandonado na esfera social. Após um estudo de viabilidade, os containers despontaram como melhor alternativa de reurbanização, e o espaço foi preparado para habitação em apenas 5 meses, com a metade do preço de uma obra tradicional. Outro exempo é no México, onde a cidade de Choula sofreu uma invasão de cores com a construção da Container City, feita a partir de 50 containers marítimos abandonados, que resultaram em bares, lojas, livrarias, galerias de arte, restaurantes, padarias e até hotéis.

Apartamentos feitos inteiramente de containers, em Le Havre-França.

Já em Buenos Aires, a criação de um charmoso e divertido Shopping Center foi a solução perfeita para dar função aos 57 modulares de metal inutilizados, e, inclusive, já se tornou uma referência turística na Argentina. E pensar que essa proposta contemporânea surgiu tímida, embasada em necessidades imediatas, com as estruturas sendo utilizadas como abrigos improvisados em países vítimas de terremotos, desastres naturais e guerras. Além do baixo custo, a descoberta da versatilidade foi fundamental para que elas se tornassem essa proposta inovadora e essencial aos dias de hoje, possibilitada pelas medidas padrão das peças. O sucesso do sistema já está comprovado, e as construções não se limitam a um conglomerado de caixas congêneres, pelo contrário, elas se transformam em lugares agradáveis onde se pode viver e interagir nos mais diferentes estilos, sempre com uma pegada descontraída. Tem para todos os gostos e todos os tamanhos. E o melhor de tudo é ver a tecnologia criativa, permitindo que o design caminhe lado a lado com o compromisso pela preservação ambiental.

Beleza e Sustentabilidades

O charmoso Shopping Center Quo Container Center, construído na localidade de Ingeniero Maschwitz-Escobar, na Província de Buenos Aires. O sucesso da reconstrução da cidade de Christchurch, na Nova Zelândia, após o início de uma série de terremotos que começou em 2010. Em substituição aos mais de 800 prédios demolidos, já foram aproveitados cerca de 60 containers, moldados com janelas e portas sanfonadas e pintados em uma paleta brilhante e alegre – originando lojas e cafés.

Projeto Comercial

O Centro Comercial Downtown Container Park, em Las Vegas – EUA, e o Shopping Center Quo Container Center, na Argentina. Ao lado, a maior loja de produtos orgânicos de Xangai – China, que recebeu o nome de Tonys Farm. O prédio foi construído a partir de 78 containers reciclados e abriga um hall de entrada, escritórios, armazéns de embalagens e departamento. A ideia central era levar aos consumidores a conexão entre agricultura orgânica e sustentabilidade.

0
Total Page Visits: 103 - Today Page Visits: 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *