Novas Perspectivas

Jürgen Mayer cria obras de traços orgânicos e nada convencionais, que discutem a relação entre o espaço, a tecnologia e os seres humanos. Seus projetos trazem um visual que provoca profundas transformações nas paisagens onde são construídas, revelando um novo olhar sobre a arquitetura.

O arquiteto e artista alemão Jürgen Mayer-Hermann traz interessantes novas perspectivas e discussões a cada novo projeto. Com trabalhos focados na intersecção entre arquitetura, comunicação e novas tecnologias, suas obras provocam profundas transformações nas paisagens onde são construídas. Mayer desenvolve esquemas de planejamento multidisciplinares sobre a relação entre corpo, natureza e tecnologia para elaborar e implementar instalações para projetos urbanos, levando em conta a utilização de novos materiais. Por suas criações, já recebeu vários prêmios como o Mies van der Rohe Award, o Winner Holcim Award Bronze e Winner Audi Urban Future Award, e hoje tem até trabalhos expostos no Museu de Arte Contemporânea de Nova Iorque (MoMa – NY). As obras monumentais de formas orgânicas e elementos inovadores impressionam o olhar e convidam a interagir, descobrir, investigar aquele novo espaço de muitas atrações. Assim é o Metrosol Parasol, na Plaza de La Encarnación, em Sevilha, no sul da Espanha. Considerada a maior estrutura de madeira paramétrica já construída, o espaço inclui museu, centro de compras, restaurante, além de possuir um local produzido para receber concertos. O trabalho impressionante valeu o prêmio Holsim de Construções Sustentáveis para a equipe de Mayer. Outros projetos merecem atenção, como o Sarpi Border Checkpoint, um posto de controle situado nas margens do Rio Negro, na fronteira de Turquia e Georgia, com seus terraços em balanço que desafiam o olhar. A torre é usada como plataforma de observação, com vários níveis e vista para o mar. Também na Georgia, a escultura Lazika Pier chama atenção por seus 31m de altura elaborados em chapas de aço de 8mm, que expressam uma aparência dinâmica e pulsante provocada pelos efeitos de iluminação. No centro de Berlim, o destaque é o edifício de fachada orgânica sedutora, com 21 tipos de apartamentos diferentes. O conceito de design integrado, incorporado da fachada às escadarias, promete uma experiência de vida única, espacial, e com um olho no alto design. Moradia contemporânea e acolhedora, o projeto confirma a linha de pensamento com que as criações de Jürgen são elaboradas. “Apenas lugares personalizados nos fazem desenvolver o senso de lar”, afirma.

Metropol Parasol – Com estrutura de madeira composta por seis guarda-sóis em forma de cogumelos gigantes, o design é inspirado nas cúpulas da Catedral de Sevilha e nas figueiras da Plaza de Cristo de Burgos.

Obras de caráter irreverente e design orgânico que promovem reflexões sobre arquitetura e novas tecnologias.


Lazika Pier – Escultura notável com 31 metros de altura, um marco em sua forma imponente localizada em um pier, na Georgia. Entrelaçamento de chapas de aço cria um efeito lúdico. As curvas se acentuam à noite por holofotes.
Lazika Pier – O desenho orgânico do posto de observação, entre a Turquia e a Georgia, encanta por sua arquitetura de balanço suspenso.
Aeroporto Building – Projetado e construído em 3 meses, o aeroporto fica em Maestia, na Georgia, e foi criado para estabelecer o turismo na região.
Exclusivo – Possui 21 tipos de apartamentos diferentes e uma fachada orgânica que torna o edifício intrigante para o olhar.
Wissol Rest Stop – Edifício escultural, com curvas e formas extravagantes, num projeto que inclui posto de gasolina, caixas eletrônicos e lojas.
0
Total Page Visits: 160 - Today Page Visits: 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *