Lâmpadas Desnudas

As formas simples e bem resolvidas da lâmpada incandescente têm mais de cem anos e nunca foram tão atuais. Reaceso pelo design moderno, o objeto se tornou descolado, valorizado em pendentes transparentes e complementos coloridos. Tudo para deixar à mostra essa peça cheia de história, que é sinônimo de uma boa ideia.

O ambiente da Muuto é iluminado simplesmente com uma lâmpada pendente. A cor verde pontua também na cadeira Raw

Simples e Despojado

A lâmpada em sua versão mais simples e original invade a decoração de forma despretensiosa e atual.

Lâmpada E27, com design de Mattias Ståhlbom, para a Muuto
Pendente Pressed Glass Light Tube, de Tom Dixon, em vidro fundido
A mesinha de cabeceira Nigel, do Studio 28 para a Cattelan Italia, vem acompanhada do par de lâmpadas redondas

Elas rendem um toque despretensioso e moderno à ambientação.


Mr. Light, peça bem humorada da Nemo Cassina desenhada por Javier Mariscal. Em metal pintado de preto, é um personagem com chapéu e braços móveis
Block Lamp, do finlandês Harri Koskinen. Um clássico do design lançado em 1996, que integra a coleção permanente do MoMA desde 2000

Valorizando a Essência

As lâmpadas conquistam novos espaços e funções, indo muito além de simples pendentes.

Mattias Ståhlbom desenhou para a Muuto o modelo E27, que celebra a simplicidade e a força de uma lâmpada nua. Os cabos de silicone estão disponíveis em várias cores, Lespec
Caroline Olsson criou a série Skog para a Magnor Glassverk, com lâmpadas que podem ser combinadas de várias formas. Todas em cristal soprado com base em madeira de carvalho, inspiradas nas florestas (skog, em norueguês)
As estruturas aramadas não escondem o design esperto das lâmpadas
A cúpula arredondada atribui à lâmpada um efeito focado

As tradicionais lâmpadas têm seu efeito potencializado quando reunidas em feixes ou envolvidas por cúpulas coloridas e metalizadas diversas.


Lâmpada de chão Blow Light, de Tom Dixon, em policarbonato revestido internamente com cobre
No ambiente da Creazioni, a lâmpada é acompanhada de uma cúpula que cria uma luz difusa e aconchegante

Aposte nas Cores

Pequenas variações no acabamento, como o toque de cor, as tornam versáteis para ambientações, ao mesmo tempo, sofisticadas e descontraídas

O mix de lâmpadas cromadas e transparentes valoriza o espaço da Cattelan Italia

As cores tornam as lâmpadas atuais e cheias de bossa.


E27, de Mattias Ståhlbom para a Muuto, encontradas nas Lespec

As cores tornam as lâmpadas atuais e cheias de bossa.


Lâmpada de mesa Wire, lançada por Verner Panton originalmente em 1972 e reeditada para a Louis Poulsen. Com estrutura cilíndrica de arame e máscara de plástico arredondado
A lâmpada ganha versão lúdica, de Katrin Greiling
Lâmpada única no espaço da cadeira Strass, do Studio Archirivolto
0
Total Page Visits: 185 - Today Page Visits: 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *