Como vivem os Millenials?

Totalmente conectados e preocupados com as constantes transformações do nosso mundo, a geração dos nativos digitais buscam mais conexão com a natureza, simplicidade, versatilidade e o melhor que a tecnologia pode oferecer.

PRAGMATISMO

Essa geração é expert em aproveitar cada metro quadrado de maneira extremamente eficiente e prática. Por isso, os imóveis das grandes metrópoles cada vez mais tem metragens reduzidas, o que exige ambientes versáteis e um mobiliário multifuncional para potencializar ao máximo a área útil, tirando proveito do melhor que o espaço possa oferecer.

Primeira geração considerada digital, os nascidos entre as décadas de 1980 e 1990 estão redefinindo padrões de consumo ao redor do mundo, consolidando a globalização e criando novos modos de viver, que levam em conta a utilização da tecnologia, sem abrir mão dos recursos naturais. Seus gostos não seguem modismos e estabelecem novos paradigmas, ocupando moradias menores e mais acessíveis. Sem o apelo consumista dos baby boomers, eles não abrem mão do bom design e utilizam peças escolhidas com cuidado para retratar a própria personalidade, combinando facilmente algo muito barato com algo muito caro. Verdadeiros camaleões, não tem medo de ousar e experimentar, combinando estéticas e propostas diferentes. Os millennials são bastantes conectados com a realidade do home office e cada vez mais desempenham papel de empreendedores e freelancers, tendo em vista o valor do tempo de ócio. Não pensam em ficar no mesmo trabalho por toda a vida nem querem o mesmo ambiente por muito tempo, com ciclos curtos e bem definidos de permanência. Assim, os espaços precisam estar adaptados para exercer múltiplas funções, sendo refúgio pessoal, lugar para relaxar e trabalhar que promova a criatividade, o conforto e o aconchego.

MENOS É MAIS

Para quem preza pela sustentabilidade e consumo consciente, o conceito minimalista acaba por se tornar uma solução quase que inevitável. Tudo na casa de um millennial precisa ter uma função definida, com composições pautadas pelo equilíbrio e pela limpeza visual. Ao contrário das gerações anteriores, tendem a não ser acumuladores, guardam apenas aquilo que é realmente essencial. Como resultado dessa forma de pensar, móveis de linhas simples, com evidente inspiração escandinava, e poucos elementos ganham protagonismo no décor. Afinal de contas, eles estão aí para provar que ninguém precisa de uma infinidade de coisas para se sentir realizado.

TERRITÓRIO NÔMADE

Para um millennial, mais importante que acumular bens materiais é viver o máximo de experiências possíveis. Frutos de um mundo globalizado, eles valorizam viagens para os mais diversos destinos, incluindo lugares fora dos roteiros mais famosos, e gostam de reproduzir essa riqueza multicultural em seus recantos. Um objeto escandinavo aqui, um motivo oriental ali, e a casa ganha vida e conta história por meio de estilos que se complementam e criam uma atmosfera única, totalmente harmonizada com a trajetória e o lifestyle de quem habita.

ECLETISMO

Uma característica marcante dos millennials é a ousadia de misturar móveis e materiais de estilos, origens e épocas diferentes, especialmente aqueles de pegada vintage, como madeira reciclada, piso hidráulico e azulejos. Eles são mestres na arte de combinar esses elementos com peças ultramodernas e criar espaços cheios de charme e multifacetados, em que o novo e o velho se fundem. A casa vira um cenário eclético e com um certo caráter nostálgico.

VIDA COMPARTILHADA

Nada tem apenas uma função. Refúgio pessoal e reflexo da própria identidade, o lar também assume o papel de escritório num mundo no qual o trabalho remoto é uma realidade cada dia mais comum para uma enorme parcela da sociedade. A sala se converte em home office e os quartos, para além de acolhimento e descanso, atuam como espaço de liberdade criativa. O mesmo ambiente assume papel distinto, conforme a necessidade.

AMIGO DA SUSTENTABILIDADE

As mudanças climáticas pedem mudanças na forma de consumir e viver para reduzir os danos ao meio ambiente. Se os materiais naturais e sustentáveis estão cada vez mais em voga, a presença do verde é um ponto fundamental na morada millennial. Vale de tudo para se conectar com a natureza, um jardim, uma horta ou arranjos por todos os lugares da casa.

0
Total Page Visits: 559 - Today Page Visits: 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *