Trançado com Muita Arte

A palhinha, como é carinhosamente chamada, teve seu apogeu no século XIX, em móveis de madeira maciça e com os traços simples da estética neoclássica. Nos últimos anos, com a ascensão de elementos naturais na decoração, o material voltou a ser cobiçado pelas mentes criativas do cenário mundial por seu caráter artesanal, dando vida a peças originais ou reinterpretações atuais de grandes clássicos do design.


Desde Thonet, a palhinha se tornou um clássico na fabricação de cadeiras. Aqui, ela esbanja charme e versatilidade, com um design moderno.


Com formas elegantes e curvilíneas, a cadeira Wiener é assinada pela ex-dançarina Gabriella Asztalos. A peça, com estrutura em madeira laqueada de preto e encosto em palhinha, referencia o estilo do final do século XIX
O efeito trançado do material também empresta seu charme a outras peças de design, como este pendente em bambu, da Ikea
O encosto alto, em rattan, traz privacidade à cadeira Hideout, que possui estofado confortável e estrutura em madeira curvada. A peça leva a assinatura do Front Projects
Construída a partir de seis seções de raios de madeira colocados um ao lado do outro, cobertos com tela de poros abertos, a mesa lateral Rio é criação de Charlotte Periand para a Cassina
Prato Archeology, do estúdio londrino Studiolav
Luminária suspensa, em palhinha e aço pintado, de criação do duo francês Colonel
Este armário, assinado pelo designer sueco Mathieu Gustafsson, para a fabricante Niklas Karlsson, foi inspirado no uso de rattan e latão para a confecção de bolsas vintage
A poltrona Klara, assinada por Patrícia Urquiola para a Moroso, vem em diversas versões, com cores e materiais diferentes. A peça possui uma estética simples e linear, que lembra as primeiras produções em série do mobiliário início do século XX
A Tiss, do carioca Zanine de Zanini, reinterpreta as antigas cadeiras lusitanas em palhinha de forma inusitada, com um design bipartido
A Vienna é um dos mais recentes modelos da cadeira Cyborg, de Marcel Wanders para a Magis. Nessa versão, além da base em policarbonato, o destaque fica por conta do encosto em vime trançado, inspirado no trabalho do artesão
Um bom exemplo de que o uso da palhinha no mobiliário não fica restrito às cadeiras é esta mesa de jantar, da Líder Interiores

Grandes nomes do design contemporâneo reinterpretam os icônicos móveis de palhinha.


A linha de luminárias concebida por Luia Mantelli traz madeira e palhinha num design que representa faróis
Madeira maciça, compondo duas formas elípticas iguais, que correspondem ao assento e encosto, e palhinha dão origem à poltrona E2, de autoria do estúdio Lattog
Disponível em duas opções de medidas, o buffet Fifty, da Saccaro, foi construído em madeira com portas maciças, revestidas com trançado de fibra natural. Já o design vintage, como denuncia o nome, lembra a década de 1950
Os irmãos Fernando e Humberto Campana assinam a racket chair, cadeira inspirada em raquetes de tênis com design circular e um trançado que lembra as palhinhas de Thonet
0
Total Page Visits: 212 - Today Page Visits: 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *