EuroCucina 2016

Ano sim, ano não, grandes marcas de modulados ocupam quatro pavilhões do Salão Internacional do Móvel de Milão para apresentar novidades, tendências e novas tecnologias para a cozinha – atualmente, um dos principais espaços de convivência da casa. Conheça os principais estilos, cores e materiais exibidos pelos 120 expositores, numa área de 23.000 m².


ATMOSFERA MINIMAL

Esta edição da EuroCucina apresentou uma nova geração de cozinhas, onde os eletrodomésticos surgiram quase invisíveis, numa proposta minimalista e eficiente. As marcas apostaram em cores neutras, matérias-primas atemporais e alta tecnologia, criando um espaço ultracontemporâneo, de grande funcionalidade e visual limpo. A exemplo da proposta da Valcucine em que a elegância se expressa no uso do branco e na estética clean. Enquanto os equipamentos somem, os utensílios do dia a dia ficam à mostra, deixando o espaço ideal para receber, como na proposta da Dada, acima. A marca Team 7 investiu em um programa de armários embutidos, com uma estrutura única – que lembra um painel – e sistema touch.


INDUSTRIAL CHIC

Uma das grandes apostas para a cozinha, que hoje é uma das áreas de convivência mais concorridas da casa, é o estilo industrial em uma versão mais contemporânea e tecnológica. A estética reinterpreta valores tradicionais por meio da mescla de materiais (madeiras naturais, metais oxidados, vidros) e da valorização de tonalidades escuras e equipamentos de última geração, num visual casual chic. A versão da Veneta Cucine com a linha Start-Time.Go, que reinventa o básico a partir do uso de diferentes acabamentos, como o lacado escuro brilhante e o carvalho claro médio que dão o tom sofiscado e, ao mesmo tempo, despretensioso à cozinha. Outro detalhe que faz toda a diferença é o exaustor Bio, de Fabrizio Crisà para Elica, que alia a elegância do duo branco e madeira a uma tecnologia de ponta, com um sensor que permite a melhor aspiração automática de vapores.


INDUSTRIAL RÚSTICO

Apesar da personalidade urbana, o industrial pode flertar com outros estilos, resultando em um décor ainda mais rico e interessante. Nesta edição da EuroCucina, grandes marcas do segmento apostaram na união bem-sucedida entre elementos rústicos e tecnológicos, trazendo às cozinhas um visual cozy moderno. A cozinha da Marchi Group apresenta um conceito versátil com uma variedade de soluções de mistura de diferentes volumes e materiais, conferindo uma atmosfera industrial rústica, e ao mesmo tempo bem contemporânea, para aqueles que consideram o espaço não apenas em seu aspecto funcional. A fusão entre os estilos está explícita na proposta da Team 7, onde o mobiliário em madeira natural traz aconchego à cozinha de estrutura tipicamente industrial, com todos os utensílios à mostra.


NOVO HIGH-TECH

Em sintonia com o conceito gourmet, as cozinhas se apresentam com um visual ultramoderno, unindo o melhor da alta tecnologia ao toque de aconchego da madeira, num processo de humanização do high-tech. A exemplo desta cozinha da família Step System, assinada pela Veneta Cucine, em que o diálogo de materiais se soma a um sistema prático e eficiente, com ilha central e armário com estantes finalizadas com barras de alumínio, que permitem deixar tudo sempre à mão. No detalhe, o exaustor de alta performance Pandora, da Elica, que propôs uma nova forma de utilizar o equipamento, extensível e acoplado à bancada. Uma versão ainda mais eficiente do sistema Logica, da Valcucine, com uma seção traseira capaz de ocultar todo o equipamento da cozinha.


Tons neutros e claros se unem às texturas madeiradas, em cozinhas abertas e convidativas, de estética clean.


ELEGÂNCIA NATURAL

As marcas revelaram preferência por uma elegância mais natural, alcançada com a composição de madeirados e tonalidades neutras e claras – com ênfase para o branco, que atua em prol da amplitude e da estética clean. Na proposta da Veneta Cucine, é a nogueira que traz leveza e aconchego para a cozinha-living, que gira em torno da ilha central, a grande protagonista das cozinhas atuais. A parceria do estúdio Nendo com a Scavolini também tira partido do material numa leitura moderna, com um programa de prateleiras lineares.


MADEIRADO MODERNO

A madeira foi a grande protagonista das novas cozinhas, do tom natural ao claríssimo, passando por nuances acinzentadas, até chegar a tonalidades mais escuras. Em parceria com superfícies brancas, a proposta ganha frescor e aconchego. A Valcucine somou a composição de novos painéis de parede e bancada com design ergonômico. Mais uma das possibilidades da linha Start-Time.Go, da Veneta Cucine, em que o carvalho médio contracena com a laca alto brilho branca, recebendo pontos de cor nos nichos para um visual mais atraente.


ESTILO DANDY

A elegância dandy, que instaura um clima mais sóbrio e masculino, também marcou presença na EuroCucina. O glossy, laqueado e brilhante, praticamente sumiu e deu lugar ao efeito mate, fosco e acetinado, mas com toque macio, quase aveludado, como esse sistema de ilha central e armário – ambos com portas em acabamento laqueado fosco, num cinza sólido -, da Valcucine com design de Gabriele Centazzo. Essa atmosfera misteriosa e convidativa, que mescla a austeridade dos tons escuros ao aconchego da madeira, se repete em outras propostas da marca, a exemplo da cozinha Noce Tattile, pensada para atender o homem moderno com um visual mais cálido e informal.


Para fazer da cozinha um espaço genuinamente luxuoso, grandes grifes do segmento apostam na fusão da arquitetura com a moda, lançando mão de materiais nobres e texturas especiais.


LUXO ATUAL

Se de um lado vimos o domínio da cozinha tecnológica, onde a praticidade continua sendo uma das principais preocupações da indústria, do outro, o luxo contemporâneo revela sua cara por meio de materiais nobres e texturas especiais, apresentando novas possibilidades ao espaço. O conceito de cozinha deluxe – inspirada no universo da moda – é bem ilustrado na coleção BELLAGIO, desenhada pelos arquitetos Anna e Enrico Cattaneo para a Scic, cujo delicado trabalho com texturas tridimensionais nas portas, em matelassê, evidencia ainda mais essa aura de glamour. Já na cozinha Aida – batizada em referência ao compositor Giuseppe Verdi – a marca tirou partido da composição de mármore Marrom Emperador, madeira Eucalipto opaca com detalhes em bronze, vidro fumê e latão.

0
Total Page Visits: 272 - Today Page Visits: 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *