Birôs

Desde a Idade Média, os birôs são grandes aliados do décor. Hoje, com traços modernos e desenho criativo, eles dão originalidade aos recantos de trabalho, tornando-se uma ótima opção para manter as tarefas sempre em dia.

Os birôs são velhos companheiros da ambientação, desde um passado bem remoto. Antigamente, eles tinham a função de servirem de apoio para a leitura e a escrita nos mosteiros medievais. De estrutura grande e maciça, já que auxiliavam no estudo de pesados manuscritos, essas peças foram apresentar linhas mais suaves durante os séculos XIV e XV, além de mais gavetas e espaços para os materiais. No século XVIII, um tipo especial de birô, denominado bonheur du jour, tornou-se bastante popular entre as damas da alta nobreza na França. Destinada aos quartos de dormir e salas particulares, a peça era leve e graciosa. Após um leve declínio nos anos 1920 e 1930, em que sua estrutura não encontrava espaço nas linhas angulares e ousadas do Art Déco, os birôs voltaram com tudo a partir dos anos 1950, despertando a fascinação de designers e arquitetos de todo o mundo. Hoje, as peças se apresentam nas mais variadas e criativas releituras, com uso original de materiais diversificados através de cores e linhas que transmitem a sofisticação do moderno aliado ao charme retrô, sem perder de vista a funcionalidade.


Nova Roupagem

Formas slim e design funcional tornam os birôs grandes aliados do décor contemporâneo. Versáteis, eles atendem aos mais diversos gostos, podendo se adaptar a vários recantos da casa, como quarto, estar íntimo e até a varanda. Com linhas retas ou sinuosas, as mesas de trabalho ganham desenhos originais e toque vibrante das cores para deixar o ambiente ainda mais personalizado. Algumas peças podem assumir, ainda, a função de uma pequena biblioteca, através de pequenas prateleiras e gavetas compactas. Invista!

O clássico e romântico bonheur du jour, em madeira laqueada, da designer francesa Florence de Dampierre para a John-Richard.
A mesa Bardino, de Paolo Cappello para Miniforms, vem com um sistema de som para você trabalhar com música. Em laca branca e preta e pés em faia.
Home Desk de George Nelson, em laminado, madeira e aço, para a Vitra.
O birô La Secrète, de Philippine Dutto, tem funções diversas, com bandeja e gaveta externa, para Ligne Roset.
A escrivaninha da linha Delacroix, em MDF e madeira maciça, traz o energizante amarelo para inspirar.
A mesa Kant, de Adrian Peach para a Farg, revestida em couro com pernas em laca e detalhes em cobre e aço.
A mesa da premiada coleção The Hansen Family, da designer Gesa Hansen, possui graciosos nichos coloridos para organizar os materiais de trabalho.
0
Total Page Visits: 116 - Today Page Visits: 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *